Fundado a 1 de outubro de 1937, o Clube de Futebol da Trafaria celebrou no último sábado, à tarde, na sede social do emblema, o seu 80.º aniversário.

 

Uma cerimónia que reuniu cerca de 60 pessoas, entre dirigentes dos órgãos sociais e associados do clube, representantes das autarquias locais e de emblemas vizinhos.

 

No discurso solene, o presidente da Direção do CF Trafaria, Nuno Santos, começou por lembrar as origens do clube recordando os seus fundadores. “Um historial que deve orgulhar os trafarienses e que deve ser motivo para olhar o futuro com otimismo”.

 

De fato é com os olhos postos no futuro que a Direção do CF Trafaria, empossada vai para dois anos, trabalha nos dias que correm para “dinamizar um projeto que visa abrir o clube à região, na qual quer assumir estatuto de potência da atividade desportiva”.

 

“Melhorar as infraestruturas e ganhar novos equipamentos são ambições que fazem parte do nosso desafio. Lembro que temos vindo a apostar na qualificação dos nossos treinadores, porque só assim é que podemos garantir bases sólidas para dar o salto”, destacou Nuno Santos.

O futebol é a modalidade de referência do CF Trafaria. Esta época são cerca de 200 os atletas em vários escalões de formação e aos quais se somam os seniores, que estão de regresso às provas da AF Setúbal.

 

“Desejamos voltar às conquistas de outros tempos e, com isso, voltar a ganhar um peso de relevância no universo da AF Setúbal”, vincou o líder diretivo do CF Trafaria, emblema que conta atualmente com cerca de 400 associados.

 

Presidente da AF Setúbal elogia trabalho desenvolvido

 

Francisco Cardoso, depois de felicitar o clube pelos seus 80 anos de História, não deixou de manifestar publicamente a relevância que o CF Trafaria tem no seio da AF Setúbal. “Um clube histórico do nosso futebol, que apesar das dificuldades que tem enfrentado, está a saber ultrapassar com grande sentido de responsabilidade”.

 

O líder da instituição regional saudou com particular entusiasmo o “regresso do futebol sénior ao clube da Trafaria e a forte dinâmica que é visível no plano da formação. Realidades que devemos reconhecer no trabalho meritório da jovem Direção do clube, que por tudo, e em tão pouco tempo de gestão, já mostrou deve ser alvo do apoio das entidades locais”, vincou.